quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

eternidades da semana >> el mato a un policia motorizado

EL MATÓ A UN POLICIA MOTORIZADO - Dia de los Muertos
2008


O nome da banda sugere um punk, vociferando contra tudo e todos. A banda argentina, porém, segue uma linha meio indie rock, lembrando em alguns momentos Radiohead e em outros Counting Crows. Não costumo ouvir muita coisa deste estilo e me interessei pela banda mais pelo nome do que por qualquer outra coisa. Afinal, pessoas que põem um nome desses em uma banda são, no mínimo, dignas de dois centavos de atenção.

Apesar de não fazer muito meu estilo, é um som legal de se ouvir, bem tocado, boas melodias, bons vocais, ainda que um tanto depressivo. Este disco - o quarto da banda - é o terceiro de uma trilogia sobre nascimento, vida e morte. O tom depressivo do disco pode vir do tema, mas como não conheço os outros discos da banda, não posso afirmar.

Destaques para Noche de los Muertos, Mi Próximo Movimiento e El Último Sereno. É um disco que gruda na mente: estou há dias com vozes portenhas cantarolando na cabeça. Minha esposa gostou bastante e acabou virando hit no rádio do carro.

Um comentário:

Vinícius da Cunha disse...

caí no teu blog enquanto buscava esse disco na internet. está impossível de encontrar.

tu tem o disco físico ou apenas o mp3?
se for em mp3, como tu fez pra baixar?

abraço.