domingo, 4 de janeiro de 2009

eternidades da semana >> etno

ETNO - Revolução Silenciosa (2008)


Na boa, "Etno" é um péssimo nome pra uma banda, parece mais um grupo de estudos antropológicos ou algo do tipo1. O som, porém, é um bem executado algo entre um nu-metal não muito pesado com vocais a la heavy metal e a mistureba feita pelo Rappa de Lado B Lado A, mas sem as eletroniquices. As letras são cantadas em português, espanhol, inglês e francês, o que por si só já me dá vontade de ouvir.

O disco começa muito bem, com Siglos, cantada meio espanhol, meio português. Meio metal, meio balada, o tipo de coisa que é um verdadeiro campo minado, mas a banda se sai incólume.

Destaques para A Mesma Dor, onde a banda emula O Rappa (e não cito isto como demérito, pelo contrário, até porque não soa como imitação), o metal inglês/português de Recall e a balada em francês/português Moi et le Monde.

Engraçado, acabo de perceber que eu sempre comento com mais detalhes as primeiras músicas. Primeiras músicas dizem muito sobre um disco, as interpreto como uma espécie de introdução do trabalho.

O vocalista tem alguns momentos Ídolos, mas nada que estrague o resultado. Por sinal, as melodias vocais são bem legais. As letras também são interessantes, defesa da ecologia, contra o racismo: de bandeiras o Etno vai muito bem, obrigado! Recomendo.

1 Tudo bem que eu já toquei em uma banda chamada Desencantamento do Mundo, mas convenhamos: é uma expressão com muito mais potencial poético que Etno, não?

3 comentários:

thiago kerzer disse...

Fiquei interessado em ouvir essa porra. Coloca um link pra alguma página que tenha o som deles, tipo myspace...

Outra: entre nessa merda aqui www.diarioendorama.blogspot.com

ps.: sim, eu sei, eu mato e crio blogs em uma velocidade alucinante!

Rodrigo Manhães disse...

Já assinei seu novo blog! Fodonas as fotos do Viagra, museu total!

Vai o MySpace dos caras aí.

Tiago disse...

Aí, pra curtir é só entrar no site! Acessem e baixem o disco: www.etno.com.br

Valeu!

ETNO