terça-feira, 24 de novembro de 2009

AMANDA BRECKER - Brazilian Passion

[2009]



Brazilian Passion é um disco que em parte me soa chato e em parte pouco familiar. Chato porque quase metade dele são versões de medalhões da MPB como Ivan Lins e Vinícius de Moraes. Eu costumo dizer que quem vai gravar versões não pode ser reverente, sob o preço de não acrescentar nada à obra original. E é justamente um tom de reverência que vejo nas versões aqui, com destaque para Lembra de Mim, de Ivan Lins, com participação do próprio, absolutamente dispensável.

A outra metade do disco é de canções em inglês, e nestas Amanda Brecker se sai bem melhor, em algo como um jazz com um clima meio "som de barzinho", um tipo de música com a qual confesso não estar habituado e ter pouquíssimas referências.

Destaco no disco as músicas Meant To Be, That Dance e Deny Deny, que são legais, e o proto-samba-reggae In the Sun. A versão de Nobre Vagabundo (sim, aquela da Daniela Mercury) também é interessante.

O disco é caprichado, bem tocado e tudo, mas não bateu (e olhe que apesar de minha implicância com cantoras de MPB, tenho andado de boa vontade). Certamente será melhor apreciado por fãs do estilo.

3 comentários:

Anônimo disse...

Amanda Brecker, como a maioria dos artistas contratados por grandes gravadoras, sofre pressoes quanto ao material a ser gravado. Amanda, com certeza se mostra uma cantora e compositora de muito talento. Sabemos que o produtor e arranjador Dave Matthews é o responsavel pelos arranjos e se alguem nao achar que os arranjos sao inovadores, a culpa nao é da cantora/ compositora. Amanda se revela com muito talento.
Esperamos pelo seu proximo trabalho !

Anônimo disse...

Eu gosto muito do trabalho de Amanda Brecker ! Ela compoe s e canta em Ingles, Frances e Portugues. E é muito linda alem de talentosa.

Anônimo disse...

Para que não gosta de MPB, o disco só pode soar chato pois é certamente um conjunto de trilhas com sabor brasileira. Os arranjos não são inovadores mas o conjunto é muito bem realizado. Salvo engano meu este disco até ganhou prémio nos EUA.