quinta-feira, 19 de novembro de 2009

ANA CAÑAS - Hein?

(2009)



O nome me sugere uma cantora de MPB e, como tal, Ana Cañas já foi recebida por mim com desconfiança. Assim, é uma boa surpresa me deparar de cara com um rock vigoroso, Na Multidão, logo na primeira música. O resto do disco alterna momentos mais rock com músicas a la Marisa Monte. Até um quase-blues e um reggaezinho rolam ali pelo meio. A voz - ou a empostação, talvez - dela é meio estranha de início, mas rapidamente se acostuma.

Gostei da faixa de abertura Na Multidão (na qual Arnaldo Antunes participa com alguns gritos). Chuck Berry Fields Forever também é interessante pela letra curiosa e boa melodia. Gira me lembrou Virna Lisi, sabe lá por quê. A Menina e o Cachorro também é bem legal.

Sobre as letras, não achei nada que mereça destaque. O disco como um todo tem um forte apelo pop, todas as músicas são muito agradáveis e ganham o ouvinte de cara. Além disto, é muito bem produzido. Porém, o "popismo" e a produção me parecem excessivos, pois mesmo as pequenas transgressões aqui e ali parecem cuidadosamente estudadas. Ainda assim, descontados os poréns, o disco é uma boa pedida.

Nenhum comentário: