terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Os (meus) 15 melhores discos de 2013

Aí vai a lista dos 15 melhores discos de 2013. Ou melhor, dos meus 15 melhores discos de 2013. Ou, melhor ainda, dos 15 discos de 2013 que eu mais gostei. Ou seja, completamente subjetiva. E muita coisa eu ainda não ouvi, então talvez haja grandes ausências aqui. Acho meio arbitrário colocar uma ordem de preferência, então fiquem à vontade para desconsiderar a ordem em que os álbuns aparecem. Aqueles disponibilizados pelos autores terão links aqui; os outros, o Google está aí pra isso.

Feliz 2014 a todos!


APANHADOR SÓ - Antes que Tu Conte Outra
indie rock, Brasil(RS)

Quem esperava mais um disco pós-Hermanos legal e bonitinho, ou seja, não esperava muito, caiu do cavalo. A banda colocou a cara na reta e fez um álbum completamente diferente do anterior, muito mais ousado e sem medo de soar estranho a uma primeira audição.



HUMBERTO GESSINGER - Insular
pop rock/regional, Brasil(RS)

Como explicar que um disco com uma sonoridade tão diferente dos Engenheiros do Hawaii dos anos 80 e início dos 90, a ponto de eu nem conseguir classificá-lo como um álbum de (pop-)rock, possa me remeter tanto a esta fase da banda?É o melhor trabalho de Humberto Gessinger (com os Engenheiros ou não) desde o último álbum solo, de 1996.



VARNEY - Varney
indie rock, Brasil(RJ)

O rock brasileiro passa há anos por uma bundamolice crônica, resultado em parte de uma má assimilação do (bom, quero acreditar!) legado dos Los Hermanos. Assim, é um alento ouvir um disco de rock com ótimas letras, melodias inspiradas, refrões grudentos - e que diferente de muitos outros, você não quer que saiam da sua cabeça - e instrumental afiadíssimo. Varney é um trabalho inspirador e provavelmente o disco que mais gostei em 2013.

Download (clique em "Buy now" e coloque um valor - zero é aceito)



THE DILLINGER ESCAPE PLAN - One of Us Is the Killer
mathcore, EUA

Assista isso e ame ou odeie The Dillinger Escape Plan.



SATANIQUE SAMBA TRIO - Bad Trip Simulator #3
regional/experimental, Brasil(DF)

A banda é um quinteto de música instrumental que mistura ritmos nordestinos com jazz e outras influências. Um forró dos diabos, literalmente.



SEPULTURA - The Mediator between Head and Hands Must Be the Heart
thrash metal, Brasil/EUA

Talvez o melhor disco do Sepultura desde Roots (ou seja, desde a saída de Max Cavalera). Pesadão, flerta em vários momentos com o death metal. E ainda tem um cover bem legal de Da Lama ao Caos.



THIS TOWN NEEDS GUNS - 13.0.0.0.0
math pop, Inglaterra

Nem sei se existe o rótulo "math pop", mas foi como melhor consegui enquadrar a banda. O vocal, demasiado melodioso para meus ouvidos acostumados a grindcore, me incomodou um pouco no início, mas é legal. Os trampos de guitarra e bateria são excelentes. Depois dizem que eu implico com pop não brasileiro. Tá aí, ó!



SOULFLY - Savages
thrash metal, Brasil/EUA

Muito bom um ano em que Sepultura e Soulfly lançam ótimos discos! Savages é Max Cavalera em sua melhor forma. Músicas marcantes e cheias de personalidade, que conseguem ser grudentas mesmo nos momentos mais extremos. Destaque para o novo baterista da banda: Zyon Cavalera, filho do Max, aquele mesmo do coração batendo no início de Refuse/Resist (sim, camaradas, estamos todos ficando velhos).



NEVILTON - Sacode
indie pop, Brasil(PR)

Exatamente o que eu esperava o disco do Nevilton. E isso é bom: rock divertido e desencanado. Provavelmente a banda de pop rock mais radiofônica da tal "nova música brasileira".



CHURCH OF MISERY - Thy Kingdom Scum
stoner metal, Japão

Ecos de um Black Sabbath psicopata por toda parte. Mas, que não me apedrejem na rua, o disco dos admiradores é bem mais legal que o novo dos ídolos.



LULINA - Pantim
indie/MPB, Brasil(PE)

Pantim revela uma Lulina mais sombria que em Cristalina. Um bom disco, pena que ouvi muito no fim do ano e ainda é um trabalho a ser melhor digerido.



TODTGELICHTER - Apnoe.
avant-garde black metal, Alemanha

Bem mais "avant-garde" que "black metal" (eu quase tasquei um "indie rock" nele), é um disco bem interessante, atmosférico e melodioso, quase não tem vozes guturais. Não tenho muito pra falar do disco por ter pouco referencial, mas gostei bastante.



WADO - Vazio Tropical
MPB/indie, Brasil(AL)

Wado ainda não conseguiu fazer outro disco tão legal quanto Terceiro Mundo Festivo, de 2004, mas felizmente segue tentando. Esse tem produção de Marcelo Camelo, para o bem ou para o mal. Sobressaem-se as ótimas melodias.

Download



HURTMOLD - Mils Crianças
post rock, Brasil(SP)

Nunca havia parado pra escutar um disco deles, o que agora me parece ser um erro. Ótimo disco instrumental.



PECULATE - Collateral Damage, Pt. I

PECULATE - The Great Gesticulator

PECULATE - Pax Tecum

PECULATE - Fiscal Cliffs

PECULATE - The Anarchist Prince

PECULATE - Anti-Christ(mas)
progressive metal/experimental, EUA

Pense numa banda/projeto que lança esse número absurdo de EPs no ano de estreia, fazendo metal cheio de influências das mais diversas. No mínimo, merece que você pare e ouça (eu pelo menos sempre faço isso com esse tipo de loucura). Incluí esses EPs todos, mas considerem como um, por gentileza.

Download



Nenhum comentário: